FUNCIONÁRIO DA NET É DEMITIDO APÓS ENVIAR MENSAGENS PORNOGRÁFICAS PARA CLIENTE

   Funcionário da NET é demitido após enviar mensagens pornográficas para cliente

Um funcionário da NET, empresa de serviços de comunicação, foi demitido depois de assediar e enviar mensagens para uma cliente por meio do Whatsapp. De acordo com o G1, a santista Juliana Barros começou a ser assediada após o homem realizar o serviço de instalação de adaptador em sua casa. Como ela não possuía o aparelho, passou seu contato para avisar ao funcionário quando adquirisse o equipamento. "Mandei mensagem para ele, uma semana após a visita [começo de junho] avisando que não consegui encontrar o equipamento. Ele falou que ia me ajudar com um adaptador similar que ele tinha e me chamou de gata. Isso já chamou minha atenção, mas levei adiante", contou. Dias depois, o homem apareceu em deu prédio tarde da noite para entregar o adaptador, mas ela solicitou que ele deixasse na portaria. Desde então, ele teria intensificado o assédio. No dia seguinte, o funcionário chamou Juliana e intensificou o assédio, o que assustou a fotógrafa. "Primeiramente, ele começou falando coisas muito baixas. Em seguida, disse que toda burguesa quer tomar tapa na cara e me chamou de vaca. Essas últimas mensagens foram no dia 22 de julho", explicou Juliana. A vítima informou a NET e registrou um Boletim de Ocorrência contra o acusado. "Eu estava com um maníaco dentro de casa. Algo tem que ser feito, pois eles podem ter a mesma atitude com outras mulheres. Decidi falar sobre o que aconteceu comigo exatamente para que outras mulheres, que sofreram com isso, tenham coragem para denunciar", desabafa. Em nota, a NET informou que identificou o funcionário e o desligou da empresa.
FUNCIONÁRIO DA NET É DEMITIDO APÓS ENVIAR MENSAGENS PORNOGRÁFICAS PARA CLIENTE FUNCIONÁRIO DA NET É DEMITIDO APÓS ENVIAR MENSAGENS PORNOGRÁFICAS PARA CLIENTE Reviewed by Mural do Oeste on quinta-feira, julho 28, 2016 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.