MAIS DE 280 MIL PESSOAS SÃO ABASTECIDAS POR CARRO-PIPA NO PIAUÍ


Enfrentando uma estiagem que já dura cinco anos e com 127 cidades em estado de emergência, o Piauí tem 286 mil pessoas abastecidas de água por carros-pipa, segundo informou o ministério da Integração Nacional nesta quinta-feira (28).

“Destacamos ainda que só no Piauí, no mês de julho, mais de 286 mil pessoas foram atendidas pela Operação Carro-Pipa, totalizando o investimento de R$ 7,7 milhões em 75 municípios”, afirmou o ministério por meio de nota.


A região mais atingida é o Sul do Piauí onde já falta água para o consumo humano e animal. A secretaria de Defesa Civil do estado afirmou que as regiões mais castigadas pela estiagem são as de Picos, Paulistana e São Raimundo Nonato. Nelas, falta água para consumo das população até na zona urbana.

"O calor é intenso e as chuvas são poucas e espaçadas, causando problemas. Em algumas regiões tanto a zona rural quanto a zona urbana já estão com problemas no abastecimento de água. A agricultura também sobre, já que temos perda de até 50%" explicou o diretor de Defesa Civil do Estado, Expedito Cavalcante.

Já no mês de maio, em Regeneração, no Médio Parnaíba, os agricultores afirmam que a chuva faltou no momento mais importante da safra e estimaram pedras da ordem de 50% da safra.

Sobre as verbas para assistência aos estados atingidos pela seca, o ministério da Integração Nacional afirmou que existe uma medida provisória para liberação de R$ 787 milhões para todos a unidades da federação que precisam de ações emergenciais, incluindo o Piauí.

Atualmente o governo do estado reconheceu o estado de emergência em 127 do Piauí. Já a secretaria nacional de proteção de defesa civil, órgão vinculado ao ministério da integração nacional, reconheceu situação emergencial em 87 municípios.



Do G1 PI
MAIS DE 280 MIL PESSOAS SÃO ABASTECIDAS POR CARRO-PIPA NO PIAUÍ MAIS DE 280 MIL PESSOAS SÃO ABASTECIDAS POR CARRO-PIPA NO PIAUÍ Reviewed by Mural do Oeste on sexta-feira, julho 29, 2016 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.