ADAB INVESTIGA POSSÍVEIS FOCOS DE BRUCELOSE BOVINA EM LEITE COMO MEDIDA PREVENTIVA

                                                             

Com o objetivo de diagnosticar, através do leite, possíveis focos de brucelose bovina, a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab), vinculada à Secretaria da Agricultura (Seagri), realizou nos dias 23 e 24, coletas de leite em laticínios do município de Feira de Santana e região, dando continuidade ao projeto implementado em parceria com o Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC – USA). A ingestão de leite e derivados contaminados e não pasteurizados é a eminente fonte de infecção da doença no homem, se caracterizando por acometer o sistema nervoso, articulações, trato gastrointestinal, geniturinário, cardiovascular e musculoesquelético.

A brucelose bovina, além de ser um problema de saúde pública, tem forte impacto econômico, devido principalmente aos prejuízos acarretados por causa do aumento de intervalo entre partos, abortos, baixa eficiência reprodutiva, restrição comercial e descarte dos animais infectados.


A médica veterinária e coordenadora estadual do Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose, Luciana Ávila, explica que a vacinação é uma importante ferramenta utilizada para diminuição da prevalência da enfermidade nos rebanhos e do número de abortos nas vacas, principalmente devido ao seu baixo custo e praticidade dentro de um programa de controle. Ainda assim, existem outras medidas de controle que devem ser utilizadas, principalmente em áreas de baixa prevalência da enfermidade, onde a vigilância ativa para busca, rastreamento e saneamento de focos tem papel fundamental no controle e erradicação da brucelose bovina. No Brasil, o Estado de Santa Catarina é pioneiro e já iniciou um projeto piloto com vistas à erradicação da brucelose bovina.

Alguns países, a exemplo dos Estados Unidos, utilizam medidas para busca ativa de focos em indústria láctea e abatedouros, através da utilização do teste do anel do leite e coleta de sangue para diagnostico sorológico de fêmeas adultas em matadouros. Além de medidas educacionais junto à população sobre os riscos da zoonose e treinamento de pessoal dos laboratórios e de campo na interpretação dos resultados.

O projeto se destaca pela possibilidade de se desenhar sistemas de vigilância alternativos para o controle da doença. Dessa forma permite uma melhor avaliação do sistema de vigilância utilizado na identificação de focos para posterior rastreamento e saneamento dos mesmos, além de promover medidas de educação em saúde. Em paralelo às coletas em laticínios, já foram colhidas amostras de sangue de cerca de 350 fêmeas adultas no frigorífico da região de Santo Antonio de Jesus.

ADAB INVESTIGA POSSÍVEIS FOCOS DE BRUCELOSE BOVINA EM LEITE COMO MEDIDA PREVENTIVA ADAB INVESTIGA POSSÍVEIS FOCOS DE BRUCELOSE BOVINA EM LEITE COMO MEDIDA PREVENTIVA Reviewed by Mural do Oeste on segunda-feira, agosto 29, 2016 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.