AMOR OLÍMPICO


Bastou uma troca de olhares em uma rua de Toronto para que a modelo canadense Nikki Shumaker e a goleira Mayssa Pessoa se apaixonassem. Era 18 de julho de 2015 e a seleção brasileira de handebol, da qual Mayssa é integrante, havia iniciado há pouco a campanha invicta que traria mais um ouro ao grupo - o quinto consecutivo nos Jogos Pan-Americanos.

“A impressão que eu tinha era que a gente já se conhecia. Na hora, a gente soube. Foi algo como: ‘finalmente! Eu esperei por isso durante anos!’ Eu sei que é um sentimento que nem todo mundo tem, então para sempre serei grata”, contou Nikki em entrevista ao UOL Esporte, um dia após chegar o Rio para acompanhar os jogos da seleção ao lado da família de Mayssa.


A ligação foi tão forte e imediata que, no fim de semana seguinte ao Pan-Americano, Nikki já estava num avião para a Europa ao lado da namorada. Os pais da modelo ficaram um pouco surpresos com a rapidez, mas felizes pelo acontecimento inusitado. “Eles sempre perguntam da Mayssa. Até mandaram de presente um conjunto de luvas e casacos idênticos para usarmos no Natal”, contou, aos risos.

Além da emoção de estar nas Olimpíadas, Nikki ficou especialmente feliz por poder acompanhar Mayssa em uma competição em sua terra natal. Do Rio, o casal viajará para João Pessoa por alguns dias e seguirá, então, para Bucareste, na Romênia, O casamento ainda deve demorar uns três anos para acontecer por conta dos compromissos de ambas. Mas não há dúvidas: “Depois, estaremos prontas para o ‘felizes para sempre’”.


Tribuna da Bahia 
AMOR OLÍMPICO AMOR OLÍMPICO Reviewed by Mural do Oeste on quarta-feira, agosto 17, 2016 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.