CHANCELER ACUSA JOSÉ SERRA DE COMPRAR VOTO DO URUGUAI NO MERCOSUL; MINISTRO NEGA

                                       Chanceler acusa José Serra de comprar voto do Uruguai no Mercosul; ministro nega

O chanceler do Uruguai, Rodolfo Nin Novoa, acusou o ministro José Serra de tentar comprar o voto do país na escolha da nova presidência do Mercosul. Segundo o jornal uruguaio El País, Novoa disse na Câmara dos Deputados que o Brasil ofereceu acordos comerciais em troca de apoio na eleição. Em nota divulgada nesta terça-feira (16), o Ministério das Relações Exteriores do Brasil negou as acusações e convocou o embaixador brasileiro no país, Carlos Daniel Amorín-Tenconi, para dar explicações.
A fala do chanceler uruguaio aos deputados teria acontecido quando Serra visitou o país vizinho, no dia 5 de julho. "Não gostamos muito que o chanceler [José] Serra tenha vindo ao Uruguai nos dizer – ele fez isso publicamente, por isso digo – que pretendiam suspender a passagem [da presidência do Mercosul para a Venezuela] e que, se ela fosse realmente suspensa, nos apoiariam em suas negociações com outros países, como se estivesse tentando comprar o voto do Uruguai", disse Novoa. A Venezuela deve assumir o comando do Mercosul. O Brasil se opõe à mudança, mas o Uruguai já se mostrou disposto a entregar o comando.
CHANCELER ACUSA JOSÉ SERRA DE COMPRAR VOTO DO URUGUAI NO MERCOSUL; MINISTRO NEGA CHANCELER ACUSA JOSÉ SERRA DE COMPRAR VOTO DO URUGUAI NO MERCOSUL; MINISTRO NEGA Reviewed by Mural do Oeste on quarta-feira, agosto 17, 2016 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.