CONFIRA A NOVA POESIA DO POETA BARREIRENSE RONALDO SENA: SOLIDÃO

   

SOLIDÃO

Um dia chovia 
Em meu rosto 
Era agosto
Parecia inverno 
Inverno grosso 
Trovejava
Em meu peito 
Estreito 
Meu caminho 
Como 
Sou sozinho 
Estou ilhado 
Estou calado 
Parado perdido 
Dentro do mundo 
Que é de todo
Mundo 
Menos meu
Estou afogado 
Parece meu fim 
No fim do mundo 
No mundo 
Que habita 
Em mim

Do Poeta Ronaldo Sena
CONFIRA A NOVA POESIA DO POETA BARREIRENSE RONALDO SENA: SOLIDÃO CONFIRA A NOVA POESIA DO POETA BARREIRENSE RONALDO SENA: SOLIDÃO Reviewed by Mural do Oeste on sexta-feira, agosto 05, 2016 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.