EM BATE-BOCA, CAIADO PEDE QUE LINDEBERGH FAÇA ANTIDOPING

   

Com apenas duas horas de abertura da primeira sessão do julgamento final do impeachment, um grupo de senadores já protagonizou a primeira confusão do dia. Os senadores Lindbergh Farias (PT-RJ) e Ronaldo Caiado (DEM-GO) trocaram xingamentos e quase partiram para a agressão física.

Tudo começou quando a senadora Gleisi Hoffman (PT-PR) afirmou que o Senado não tem moral para julgar Dilma.


Caiado rebateu – aos gritos — que não era "assaltante de aposentados", uma referência clara ao marido da senadora, ex-ministro Paulo Bernardo, que é suspeito de desviar recursos da Consist, que gere o crédito consignado de servidores da União.

Ato contínuo: Lindbergh anda em direção de Caiado chamando-o de "canalha" e afirmando que "Quem sabe de você é Carlinhos Cachoeira" — o líder do DEM no Senado é acusado demanter relações com o bicheiro e ter sido financiado por ele.

Caiado rebate pedindo para Lindbergh fazer "antidoping. Fica cheirando aqui não", diz.


Exame.com
EM BATE-BOCA, CAIADO PEDE QUE LINDEBERGH FAÇA ANTIDOPING EM BATE-BOCA, CAIADO PEDE QUE LINDEBERGH FAÇA ANTIDOPING Reviewed by Mural do Oeste on quinta-feira, agosto 25, 2016 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.