EXÉRCITO PODE ASSUMIR OBRAS INVESTIGADAS NA LAVA JATO

   

Empreiteiras podem ser substituídas pelas Forças Armadas, diz site de política.

O presidente em exercício Michel Temer pode colocar as Forças Armadas para trabalharem em obras que hoje são controladas por empreiteiras acusadas de participarem de crimes em corrupção, especialmente aquelas investigadas pela Lava-Jato. O peemedebista já falou com seu staff no Palácio do Planalto, em Brasília. Com o Ministro da Integração, Helder Barbalho, por exemplo, o presidente em exercício pediu que se fizesse um estudo para saber da possibilidade de poder de participação do Exército, por exemplo, nas obras de transposição do Rio São Francisco. A informação foi confirmada neste domingo, 29, pelo jornalista Cláudio Humberto, do 'Diário do Poder'.


Até o momento, a obra de transposição do São Francisco já custou mais de R$ 8 bilhões. Devido ao alto custo e demora em sua finalização, a tarefa de mudar o curso de um dos principais rios do país deve ficar agora com o Exército. Outras obras também estão na lista de Michel Temer. Outra estrutura polêmica e problemática é a construção da Usina de Belo Monte, a cargo da Eletrobras. Até o momento, a hidrelétrica, uma das maiores do mundo, não está em pleno funcionamento.

Duas ferrovias, a Usina de Angra 3 e até um aeroporto podem ter continuidade nas mãos dos militares. As Forças Armadas estariam dispostas a ficarem a frente das obras, devido a visibilidade que isso daria, além de recursos extras que poderiam ser dados à instituição. Atualmente, muitas unidades militares estão entrando em sucateamento por conta da falta de verbas. 


Uma das empreiteiras que mais preocupa o governo é a Mendes Junior. Isso porque a empresa tem obras na casa dos bilhões de reais. No entanto, financeiramente não teria recursos suficiente para cumprir o que foi prometido em contrato. O Ministro da Integração, Helder Bárbalho, precisou injetar mais dinheiro nessas obras, mal controladas pelo governo anterior e envolvidas em inúmeros esquemas de corrupção. O dinheiro mensal para elas foi de R$ 150 milhões para R$ 215 bilhões. O objetivo é terminar tudo mais rápido.





EXÉRCITO PODE ASSUMIR OBRAS INVESTIGADAS NA LAVA JATO EXÉRCITO PODE ASSUMIR OBRAS INVESTIGADAS NA LAVA JATO Reviewed by Mural do Oeste on quarta-feira, agosto 10, 2016 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.