O PREÇO DA GASOLINA CONTINUA CARO PARA O BRASILEIRO

   

A gasolina brasileira não é das mais caras do mundo, mas o que o consumidor não aceita é que o preço não baixa, mesmo depois da queda do preço do barril de petróleo.  

Desde 2014 que os preços dos combustíveis no Brasil estão mais altos do que no exterior. Depois da queda da cotação do barril do petróleo, em abril de 2016, a gasolina custava 23,5% mais cara no Brasil em comparação com o preço médio no mercado exterior. O diesel estava ainda mais caro, 42,7% a mais.

É preciso notar que, além da decisão da Petrobrás de se refazer dos prejuízos causados tanto pelo congelamento dos preços no governo Dilma, quanto pela corrupção, precisamos analisar a composição do preço, para sabermos o quanto de tributos estamos pagando em um litro de gasolina e também levar em consideração que, quando o dólar sobe em relação ao real, pagamos mais pela gasolina importada.


AS PERDAS ACUMULADAS PELA PETROBRÁS

Mesmo com o preço do petróleo mais baixo, o preço da gasolina no Brasil não baixou, porque existiam perdas acumuladas, desde 2011, quanto os reajustes foram impedidos pelo governo federal, que congelou os preços dos combustíveis para conter a inflação. O preço dos combustíveis era um instrumento importante da política econômica, o que causou perdas de R$80 bilhões de prejuízo para a Petrobrás.


O PREÇO DA GASOLINA CONTINUA CARO PARA O BRASILEIRO O PREÇO DA GASOLINA CONTINUA CARO PARA O BRASILEIRO Reviewed by Mural do Oeste on quarta-feira, agosto 10, 2016 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.