PASTOR RETIRA DA IGREJA PLACA QUE PREGA MORTE DE HOMOSSEXUAIS

   

O MP-BA (Ministério Público Estadual da Bahia) convenceu o pastor Milton França Fernandes a tirar da fachada de sua igreja uma placa pregando a morte de homossexuais.

Fernandes é o responsável pelo templo da Congregação Batista Bíblica Salém em Porto do Sauípe, litoral Norte da Bahia. 

Ele foi denunciado ao MP por um morador da cidade.
Quando o caso foi divulgado pela imprensa, o pastor disse que não tiraria a placa porque ela expõe uma mensagem de Deus, em Levítico 20:13.

O trecho bíblico é, de fato, homofóbico, mas seu ódio e incitação a violência foram reforçados pelos acréscimos do pastor "ato nojento" e "serão responsáveis pela sua própria morte". 

Apesar disso, afirmou que não é homofóbico e que tinha colocado a placa na igreja já havia três anos “por amor a eles [gays], para chamar a atenção deles de que isso não é correto”. 

Ele acabou concordando em retirar a placa porque, disse, o princípio de respeito às autoridades também está previsto na Bíblia.


Com informação do G1 e de outras fontes e foto do Ministério Público da Bahia.
PASTOR RETIRA DA IGREJA PLACA QUE PREGA MORTE DE HOMOSSEXUAIS PASTOR RETIRA DA IGREJA PLACA QUE PREGA MORTE DE HOMOSSEXUAIS Reviewed by Mural do Oeste on terça-feira, agosto 02, 2016 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.