PUGILISTA BAIANO QUE DÁ AULAS A ALUNOS DE BASE COMUNITÁRIA DISPUTA SEMIFINAL OLÍMPICA NESTE DOMINGO




Robson Conceição, pugilista semifinalista das Olimpíadas Rio 2016, se tornou a grande inspiração dos alunos de boxe que fazem parte do projeto da Base Comunitária de Segurança (BCS) de São Caetano, em parceria com a Associação de Moradores de Boa Vista de São Caetano, onde o atleta dá aulas. Neste  domingo (14), às 12h30, os olhos e o coração de cerca de 100 alunos e do treinador das turmas do projeto, Edvaldo de Souza, mais conhecido como Alemão, estarão voltados para a luta em que o baiano enfrentará o cubano Lázaro Alvarez, tricampeão mundial. 

Na última sexta-feira (12) Robson derrotou o uzbeque Hurshid Tojibaev e já garantiu, no mínimo, o bronze. Mas pela torcida dos alunos... “ele já é ouro”, declaram taxativos. Nascido e criado em Boa Vista de São Caetano, ele é professor voluntário do projeto da BCS, idealizado e coordenado pelo treinador Alemão.


“Robson já sofreu e apanhou muito em campeonatos, mas ele não desistiu. É muito persistente. Para treinar ia correndo para a academia porque não tinha dinheiro para transporte”, diz Alemão, que, apesar de toda dificuldade e cansaço - já que também exerce a função de rodoviário -, se dedica totalmente por amor. O sentimento é tão grande e verdadeiro que um dos alunos do treinador se tornou filho de criação. Assim como o atleta olímpico, Lucas Martins Conceição, de 16 anos, também é uma promessa. Ele é campeão brasileiro regional e enche o pai de orgulho. 

Projeto social

A base comunitária também oferece, na sede da unidade, aulas de judô, jiu jitso e karatê. Já na Academia Boa Vista Boxe, no bairro de Boa Vista, crianças a partir de 6 anos da comunidade local podem se inscrever nas aulas que são ministradas por voluntários. A Polícia Militar da Bahia (PMBA) oferece apoio por meio do espaço físico, manutenção do local, material utilizado nas aulas e apoio para alguns campeonatos. O estímulo ao esporte é o combustível para a expectativa de crianças e adultos por uma vida melhor e, dessa forma, afastá-los de possíveis atividades ilícitas. 

O projeto é tão estimulante que até Gaspar, sargento da reserva, que fez parte da companhia de área (9ª CIPM) durante 27 anos e é morador da região, se tornou aluno do boxe. “Aqui a cobrança é grande e o treino com Robson é bem pesado”, afirma, acrescentando que o pugilista é muito querido no bairro. Gaspar e o treinador Alemão fazem parte da liderança comunitária de Boa Vista de São Caetano. O espírito competidor e de superação do pugilista baiano contagiou a todos do projeto que convivem como uma família. “Ele nos incentiva muito e se preocupa com a nossa vida pessoal”, ressalta o medalhista Lucas. 

O comandante da base, tenente Gabriel Lessa, e o subcomandante, tenente Victor Sousa, comprovam de perto a importância do envolvimento e a preocupação social com a comunidade local. “Esses projetos oferecem uma chance de uma vida nova principalmente para as crianças, com disciplina e esperança”. A BCS atende aos bairros de Boa Vista de São Caetano, São Caetano, Capelinha de São Caetano, Fazenda Grande do Retiro e Alto do Peru.

Fotos: Ascom/PMBA
PUGILISTA BAIANO QUE DÁ AULAS A ALUNOS DE BASE COMUNITÁRIA DISPUTA SEMIFINAL OLÍMPICA NESTE DOMINGO PUGILISTA BAIANO QUE DÁ AULAS A ALUNOS DE BASE COMUNITÁRIA DISPUTA SEMIFINAL OLÍMPICA NESTE DOMINGO Reviewed by Mural do Oeste on segunda-feira, agosto 15, 2016 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.