SÃO PAULO DEVE PROCESSAR ATOR DA GLOBO POR INCITAR PROTESTO E CHAMAR DIRETORIA DE 'VAGABUNDA'

                                     Resultado de imagem para henri castelli

O São Paulo deve tomar medidas jurídicas contra o ator Henri Castelli. Na última semana, o global, que é um dos torcedores mais conhecidos do clube, divulgou um vídeo confirmando presença no protesto que aconteceu na manhã deste sábado no CT da Barra Funda, convocou torcedores a comparecerem e chamou a diretoria tricolor, entre outas coisas, de "vagabunda".


O ESPN.com.br apurou que o departamento jurídico do clube passou a analisar uma forma de processar Henri. Em um primeiro momento, a ideia é acionar o ator por injúria penal e danos morais, por ter ofendido chamado os diretores de vagabundos e corruptos.

Em contato com a reportagem, membros da diretoria tricolor se demonstraram indignados com a "irresponsabilidade" de Henri e prometeram uma resposta na Justiça.

Apesar do vídeo, o ator não foi visto no CT da Barra Funda neste sábado. Na gravação, o global critica a atuação da diretoria nos últimos 10 anos e afirma que um "bando de safados e vagabundos" tem usado o clube para objetivos pessoais e se referiu a quem iria ao protesto como "verdadeira torcida do São Paulo".

Henri Castelli nunca escondeu ser torcedor são-paulino. O ator comparece aos jogos com certa frequência e chegou a ir para o Japão acompanhar a conquista do Mundial de Clubes. Ele também já foi modelo em lançamentos de uniformes.

Veja na íntegra a declaração do ator:

"Para você que é são-paulino de verdade, que vai na arquibancada, que torce, que pega seu dinheiro do mês, que às vezes falta no trabalho para ver o jogo e há mais de 10 anos vem sofrendo com a corrupção dentro da diretoria do São Paulo, com a incompetência, com esse bando de safados e vagabundo que usa o clube para se promover, para objetivo pessoal, com esse time medíocre que já vem acompanhando há 10 anos já. A nossa torcida não aguenta mais.

Eu estou aqui no Rio de Janeiro e até de botafoguense a gente vira chacota aqui. Eu estou aqui trabalhando. Então, se essa diretoria de vagabundo não reage, a gente vai reagir. A torcida do São Paulo, que é torcedor de verdade, entendeu? Que está com a gente. Vamos dar uma resposta para eles e dizer que aqui tem voz. O São Paulo não é deles, é da torcida. O São Paulo não tem dono, como eles pensam que tem.

Então, sábado, eu vou estar junto com a torcida na porta do CT da Barra Funda, às 10 horas da manhã para a gente cobrar o que é nosso, que é o direito de ter um São Paulo digno. Perder a gente perde no futebol. Agora, ser roubado, passado para trás, chacota em todo lugar que vai há mais de 10 anos, ninguém aguenta mais. Então, sábado, quem é são-paulino de verdade, junto com a torcida de verdade do São Paulo, na Barra Funda, no CT, às 10 horas da manhã. Espero vocês lá", afirmou.

Poucas horas após o protesto, o presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, classificou como um ato político o protesto violento de torcedores e a invasão do centro de treinamento tricolor. Chamou os invasores de criminosos, disse que o clube buscará justiça, mas minimizou a intensidade das agressões a Michel Bastos, Wesley e Carlinhos. 

O PROTESTO

Mais de uma centena de torcedores do São Paulo invadiu o centro de treinamento da equipe tricolor, na manhã deste sábado, durante protesto pela má fase do time, que venceu dois dos últimos dez jogos. Jogadores foram agredidos e objetos furtados.

Os policiais e os seguranças não conseguiram conter os torcedores, que passaram pelos portões do CT e se dirigiram aos campos. Alguns carregavam uma faixa contra o presidente Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, com a mensagem "Fora Leco".

Durante a invasão os jogadores estavam treinando em um dos campos e, por isso, foram surpreendidos pela quantidade de torcedores. O clima ficou bastante tenso.

Com gritos, xingamentos e rojões, os invasores intimidaram os jogadores. Agrediram verbalmente todos, especialmente o trio Michel Bastos, Carlinhos e Wesley - os mais cobrados e criticados pelo grupo. Eles ainda foram agredidos.

Segundo o São Paulo, dez camisas e 14 bolas foram furtadas do CT.
SÃO PAULO DEVE PROCESSAR ATOR DA GLOBO POR INCITAR PROTESTO E CHAMAR DIRETORIA DE 'VAGABUNDA' SÃO PAULO DEVE PROCESSAR ATOR DA GLOBO POR INCITAR PROTESTO E CHAMAR DIRETORIA DE 'VAGABUNDA' Reviewed by Mural do Oeste on domingo, agosto 28, 2016 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.