CENTRO DE TRATAMENTO PARCEIROS DA TECNOLOGIA: MAIS DE 6 MIL PROFISSIONAIS CAPACITADOS DESDE A SUA FUNDAÇÃO






“Capacitar a mão de obra dos profissionais da região, criando novas oportunidades e especializando o trabalho no campo, esse é propósito do Centro de Treinamento Parceiros da Tecnologia que já capacitou cerca de 6 mil Profissionais, desde a sua inauguração”, ressalta o presidente da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Celestino Zanella. Inaugurado em 2010, o Centro de Treinamento é fruto de parcerias firmadas entre a Abapa e os setores público e privado, como Agrosul – John Deere, Veneza Equipamentos - John Deere, SENAR, SENAI, CIEB, SESI, Oeste Pneus-Pirelli e Universidade Federal de Viçosa (UFV), Prefeitura de Luís Eduardo Magalhães e Instituto Brasileiro do Algodão (IBA), que disponibilizam os recursos necessários para as aulas práticas dos cursos. Em 2016, de janeiro até setembro, cerca de 2 mil profissionais passaram pelo Centro. Somente neste mês, cerca de 219 profissionais do campo foram capacitados nos cursos de: Conservação do Solo e da Água, NR 13 – Caldeira, Pulverizador, Pá carregadeira, Trator/Plantadeira, NR 33 – Supervisor, A.M.S Básico e Pneus Agrícolas.


“Recentemente fiz o curso de Pneus Agrícolas. Foi muito importante para o melhoramento do meu trabalho no campo. Sou borracheiro, trabalho em fazenda e muitas vezes, existem várias formas mais eficientes de fazer determinada coisa, esses cursos nos faz enxergar outras maneiras melhores de trabalhar. Aprendi algumas técnicas de calibragem que não conhecia e que vai melhorar o meu trabalho”, disse Roberto Lopes, que trabalha da Fazenda Bom Jesus. O treinamento de Pneus Agrícolas, aconteceu no dia 19 de setembro, no Laboratório de Pneus Pirelle, em Luís Eduardo Magalhães.  O Laboratório de Pneus Pirelli, foi instalado no Centro de Treinamento em maio de 2016, por meio da parceria firmada com a Pirelli, Oeste Pneus e Agrosul – John Deere, com o objetivo de difundir conhecimento técnico específico em relação à correta aplicação e manuseio de pneus agrícolas e rodoviários, garantindo a devida qualificação para os profissionais do campo.  


“Temos procurado trabalhar com essas parcerias e isso tem trazido grandes resultados em toda cadeia produtiva do algodão e o Centro de Treinamento acredita que para transformar é preciso capacitar, ressaltou o coordenador do Projeto, Douglas Fernandes.

Curso de Conservação do Solo e da Água -  Neste mês, duas turmas foram capacitadas durante o Curso de Conservação do Solo e da Água, que aconteceu nos dias: 12 a 14 de setembro (primeira turma) e 15 a 17 de setembro (segunda turma), com o intuito de informar os participantes sobre as práticas de conservação do solo e da água, mostrando no campo a importância de se conhecer e proteger o solo dos agentes causadores da erosão.


Para o gerente da fazenda Iowa, Benjamim Alves, que participou do treinamento, o objetivo foi alcançado, e ele irá adaptar as novas técnicas de terraço e aperfeiçoar a tática de plantio direto. “Esses treinamentos capacitam os profissionais da área e consequentemente traz melhorias para o agronegócio da região”, disse Benjamin.

Ministrado pelo professor da Universidade Federal de Viçosa, Dr. Diego Antônio França, o curso teve uma carga horária de 24h, entre aulas práticas e teóricas e um conteúdo programático voltado para: Legislação sobre uso, manejo e conservação de solos, Erosão do solo,  Perfil do solo,  A agricultura conservacionista, Sistemas cultivo mínimo ou preparo reduzido, Sistema plantio direto, Processos de degradação do solo e controle, Compactação do solo, Diagnóstico conservacionista de área de cultivo, Avaliação da compactação do solo em área de cultivo, Avaliação da textura do solo em área de cultivo e Avaliação da estrutura do solo em área de cultivo.

“Foram dias bem proveitosos, com uma temática bem interessante para o futuro do setor na região. Discutimos técnicas de conservação do solo e da água, mostrando como esses fatores afetam a produção das culturas e os cuidados que todos devem tomar para que a cultura seja mantida, sem prejudicar o meio ambiente. Essa parceria firmada entre Abapa e Universidade Federal de Viçosa tem produzido conhecimento de grande relevância para a região. A Abapa proporciona todas as condições para que a universidade esteja presente”, disse o professor da UFV, Diego Antônio França.

Segundo o professor, o público formado por cerca de 40 profissionais do campo, foi bem diversificado, com gerentes de fazenda, engenheiros ambientais e agrônomos, técnicos agrícolas, dentre outros.

O Centro de Treinamento Parceiros da Tecnologia atua nas áreas de:  Mecanização Agrícola; Movimentação de Cargas; Florestal; Beneficiamento e Análise da Fibra do Algodão; Saúde e Segurança do Trabalho – NR’s; Siderurgia; Informática; Rodoviário; Ensino Técnico – EaD; Tecnologia em Pivôs Agrícolas; Boas Práticas em Pulverização Aérea; Tecnologia em Lubrificantes; Tecnologia em Pneus Agrícolas e Rodoviários; Controle, Redução e Monitoramento de Poluentes para Veículos a Diesel, dentre outras.


CENTRO DE TRATAMENTO PARCEIROS DA TECNOLOGIA: MAIS DE 6 MIL PROFISSIONAIS CAPACITADOS DESDE A SUA FUNDAÇÃO CENTRO DE TRATAMENTO PARCEIROS DA TECNOLOGIA: MAIS DE 6 MIL PROFISSIONAIS CAPACITADOS DESDE A SUA FUNDAÇÃO Reviewed by Mural do Oeste on sexta-feira, setembro 30, 2016 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.