POLÍCIA PRENDE IRMÃ DE MULHER QUE ENTREGOU CRIANÇA A CORONEL NO RIO



A Delegacia da Criança e Adolescente Vítima (Dcav) prendeu, na manhã desta segunda-feira (19), a irmã de Thuane Pimenta, suspeita de entregar uma criança de dois anos ao coronel reformado da PM Pedro Chavarry, e apontada pela polícia como cúmplice dele no crime de estupro de vulnerável.
Isabela Pimenta, de 30 anos, foi detida na comunidade Uga Uga, em Ramos, na Zona Norte do Rio. A polícia apura a participação dela no crime, já que Isabela foi a primeira a chegar ao local onde o coronel estava com a criança. Ela teria dito aos policiais que o pai da criança estava morto, e a mãe presa, com "o objetivo de ludibriar a polícia", informou a Dcav.
Isabela nega envolvimento no caso. Ela esteve na delegacia na última terça-feira (14) e disse que Thuane era inocente e que ela mesma havia deixado os seus filhos por pelo menos um dia com o coronel. Contra Isabela foi expedido um mandado de prisão temporária por 30 dias.
Thuane dos Santos Pimenta, irmã de Isabela, foi presa na última segunda (12), e encaminhada para o presídio para o Complexo Penitenciário de Gericinó, em Bangu, na Zona Oeste, no dia 14. O oficial da PM foi preso em um estacionamento de uma lanchonete fast food no último dia 10.
Antes de ser presa, Isabela foi testemunha

A prisão de Thuane dos Santos Pimenta, de 23 anos, abalou a família da faxineira. Segundo a irmã Isabela Pimenta, de 30 anos, o coronel reformado Pedro Chavarry, preso por pedofilia com uma criança de 2 anos no carro, se aproveitou da inocência dela. A acusação de pedofilia, segundo ela, pegou todos de surpresa.

"A gente quer provar a inocência da Thuane. Conhecemos ele há 11 anos. Eu já deixei dois filhos com ele, Thuane também deixou. Como que a gente ia deixar se soubesse que ele tem essa ficha?", questionou Isabela, que trabalhou como faxineira na Caixa Beneficente da PM, órgão do qual Chavarry era presidente.
"Meu filho que hoje tem 4 anos e minha filha de 10 anos já ficaram com ele. Ele dizia que ia deixar com a babá. Elas nunca comentaram nada, mas eu tenho medo que elas possam ter sido vítima", lamentou ela.
Isabela e a irmã trabalharam nas eleições do órgão e também nas eleições para deputado federal em 2014. "Entregamos panfleto para ele, fizemos uma comitiva para ele na Praça das Nações", disse Isabela.
Mãe conta como Thuane pegou criança

A mãe da menina disse que conhecia Thuane. Após prestar depoimento na delegacia, ela contou como Thuane pegou a criança em casa.

"Ela teve a cara de pau de chegar lá na minha casa, minha filha estava brincando, minha filha estava se divertindo, e ela chegou lá e pediu a minha filha para tirar uma foto, e tenho certeza de que ela vendeu minha filha para esse homem", disse.
A família está muito abalada, segundo a mãe. "Ele é um monstro. Uma pessoa que faz isso com uma criança não é uma pessoa. A minha família tá desmoronada, sem chão", desabafou.
Pedro Chavarry Duarte está em prisão preventiva no Batalhão Prisional, em Niterói, na Região Metropolitana. O G1 não conseguiu contato com a defesa do coronel reformado.
Juiz explica

O Juiz Sérgio Luiz Ribeiro de Souza, da 4ª Vara da Infância, da Juventude e do Idoso da Capital, explicou em entrevista ao Bom Dia Rio desta quarta-feira (14) o que acontece em alguns casos de pedofilia. Segundo ele, é muito difícil identificar esse crime pois, normalmente, a pessoa que o comete está acima de qualquer suspeita.

“Os crimes sexuais acontecem, em regra, sem a presença de testemunhas, e esse abusador ele é, em regra, uma pessoa do ciclo de confiança dessa família”, disse o juiz.
Sérgio Luiz Ribeiro de Souza também aconselhou que os pais conversem com seus filhos para explicar o que pode ou não acontecer e estar atento aos sinais e a fala dessa criança.

Entre sinais corporais e comportamentais que a criança pode apresentar o juiz explica que ela pode demonstrar medo dessa pessoa e, até mesmo, ficar deprimida.

“Ela começa a ficar muito retraída, ela começa a ficar deprimida, ela começa a ficar muito triste e, às vezes, quando ela sabe que vai estar nesse ambiente que a pessoa vai estar ela já não quer ficar, ela demonstra um sentimento de medo (...). Temos muitos processos contra crianças e adolescentes praticados por padrastos, pais, às vezes mães, irmãos, de todas as classes sociais. Não há classe social para isso, não há questão de nível de escolaridade, até porque a pedofilia é classificada como uma doença", completou o juiz.
Fonte: G1 Globo
POLÍCIA PRENDE IRMÃ DE MULHER QUE ENTREGOU CRIANÇA A CORONEL NO RIO POLÍCIA PRENDE IRMÃ DE MULHER QUE ENTREGOU CRIANÇA A CORONEL NO RIO Reviewed by Mural do Oeste on segunda-feira, setembro 19, 2016 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.