BARREIRAS: COMANDO DA PM AINDA NÃO SABE O QUE MOTIVOU ASSASSINATO DE SOLDADO.



Perplexidade. Este é o sentimento que domina o comando da Polícia Militar depois do assassinato do soldado Décio Augusto Souza, neste sábado, durante a festa da vitória do candidato Miguel Crisósthomo, prefeito eleito de Riachão das Neves. Não se sabe, até agora, o que teria motivado o crime.

O soldado estava de serviço e participava de rondas com  um pelotão no meio da multidão, quando sofreu o ataque por parte de um homem conhecido por Weltim. A vítima ainda foi socorrida pelos companheiros mas não resistiu e morreu.

Militares da RONDESP de Barreiras seguiram para a  Riachão das Neves e  com apoio da polícia local fez diligências para deter o criminoso que entrou em confronto com a polícia e, na troca de tiros, acabou morto.

Soldado Décio, era morador da cidade de Santa Rita de Cássia, e estava na cidade dando apoio a segurança de uma festa política. O policial já havia trabalhado também na 85ª CIPM de Luís Eduardo Magalhães, onde era querido por todos. Era um policial tranquilo, calmo e que desempenhava suas funções com competência. Décio deixa a esposa e uma filhinha de apenas dois meses. As investigações foram abertas e a polícia civil já está trabalhando para elucidar o caso.

Mural do Oeste com informações do Sigi Vilares



BARREIRAS: COMANDO DA PM AINDA NÃO SABE O QUE MOTIVOU ASSASSINATO DE SOLDADO. BARREIRAS: COMANDO DA PM AINDA NÃO SABE O QUE MOTIVOU ASSASSINATO DE SOLDADO. Reviewed by Mural do Oeste on domingo, outubro 09, 2016 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.