DEFESA CIVIL CONFIRMA PASSAGEM DE 'TSUNAMI METEOROLÓGICO' EM SC



A Defesa Civil de Santa Catarina confirmou que o fenômeno que atingiu Balneário Rincão, no Litoral Sul, foi um "tsunami meteorológico". O fenômemo ocorre quando uma quantidade de nuvens carregadas e fortes ventos avançam rapidamente sobre o mar e formam uma grande onda que chega até a praia. Já o tsunami ou maremoto, como o que atingiu o Japão em 2011, ocorre com o deslocamento de uma grande massa de água, geralmente provocado por um abalo sísmico.

Pouco antes das 17h de domingo (16), uma grande onda se formou e atingiu carros e pessoas que estavam na praia da Barra do Torneiro
Segundo o sargento Cláudio Marcos, ninguém se feriu e as pessoas foram retiradas do mar antes da chegada dos bombeiros.
Dois veículos, um Corolla e um Accord, ficaram submersos e foram retirados da água com auxílio de cordas.

Na barra do Rio Araranguá, em Morro dos Conventos, uma onda também arrastou carros e alagou um restaurante, segundo informações da RBS TV.
De acordo com a Defesa Civil, o tsunami meteorológico é "raro, perigoso e geralmente ocorre durante a passagem de linhas de instabilidade atmosféricas intensas". O órgão explica que não é o vento que provoca o tsunami meteorológico, "mas sim a combinação peculiar de fatores, que podem gerar uma ressonânica e uma amplificação da onda".
Santa Catarina já registrou um tsunami meteorológico na praia do Pântano do Sul, em Florianópolis, e que também foi sentido na praia da Armação em 19 de novembro de 2009, segundo a Defesa Civil.
Municípios afetados
Ao menos 12 municípios tiveram estragos em decorrência das chuvas e vendavais. Em Tubarão, no Sul, foi montada uma Sala de Situação para atender à população. Casas foram destelhadas, árvores derrubadas e milhares de imóveis ficaram sem energia elétrica.

Uma menina de 7 anos morreu após árvores atingirem o carro em que estava no bairro São João, em Tubarão. Bombeiros retiraram o corpo da criança, que foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML). O pai da menina foi hospitalizado em estado de choque.
A Defesa Civil registrou danos em Tubarão, Laguna, Braço do Norte, Pedras Grandes, Araranguá, Balneário Rincão, Imbituba, Morro da Fumaça, Urussanga, Garopaba, Orleans e Anitápolis.
O secretário de Estado da Defesa Civil, Rodrigo Moratelli, visitou a região ainda no domingo. Nesta segunda-feira (17) ele permanece no Sul do estado, onde acompanha o levantamento dos danos em todos os municípios afetados. 
Moratelli fez contato direto com o secretário Nacional de Proteção e Defesa Civil, Renato Newton Ramlow, que se comprometeu em auxiliar Santa Catarina caso seja necessário, informou a Defesa Civil estadual. "Vamos completar o levantamento e assim que tivermos os dados faremos o contato com a Defesa Civil Nacional", afirmou Moratelli.
Orientação da Defesa Civil
De acordo com o coordenador da Defesa Civil de Tubarão, Anderson Martins Cardoso, a maior preocupação nesta segunda é com a segurança dos moradores.

"Neste momento de recontrução ocorrem acidentes. É importante alertar para as pessoas tomarem cuidado ao subir em cima de casas que foram destelhadas e também para evitar contato com a fiação elétrica solta nas ruas, que pode estar energizada", disse Cardoso.
G1
DEFESA CIVIL CONFIRMA PASSAGEM DE 'TSUNAMI METEOROLÓGICO' EM SC DEFESA CIVIL CONFIRMA PASSAGEM DE 'TSUNAMI METEOROLÓGICO' EM SC Reviewed by Mural do Oeste on segunda-feira, outubro 17, 2016 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.