EMPREITEIRA DEVE COMPLETAR DELAÇÃO PREMIADA SOBRE SUPOSTA PROPINA NOS GOVERNOS SERRA, ALCKMIM E AÉCIO NEVES


A força-tarefa da Operação Lava Jato e a Procuradoria-Geral da República (PGR) solicitaram que os executivos da Andrade Gutierrez complementem as delações fechadas no início deste ano com informações sobre obras para governos do PSDB. De acordo com a Folha de S. Paulo, outros delatores e candidatos a acordos de colaboração citaram obras referentes à empreiteira que não foram contempladas nos depoimentos da empresa. Entre os empreendimentos com supostas irregularidades estariam a Cidade Administrativa de Minas Gerais, que custou mais de R$ 1,2 bilhão, e a Rodoanel, em São Paulo. A obra mineira foi concebida durante o governo do atual senador Aécio Neves (PSDB-MG), enquanto a paulista passou pelos governos de José Serra (PSDB) e Geraldo Alckmin (PSDB). A Andrade Gutierrez teria dito, de forma reservada, que não foi questionada sobre a Cidade Administrativa. Ainda segundo a Folha, empreiteiros da OAS e Odebrecht citaram pagamentos de propina envolvendo as obras em Minas e em São Paulo. Por isso, os executivos da construtora já foram informados de que terão que completar os depoimentos, o que deve ocorrer de uma vez só. Além das delações de 11 empresários, a Andrade Gutierrez também firmou um acordo de leniência de R$ 1 bilhão, que será pago ao longo de 12 anos e garantirá que a construtora possa continuar a realizar obras públicas. Em nota, a assessoria da empreiteira informou que no acordo se comprometeu a realizar auditorias sobre diversos assuntos, incluindo as duas obras.

Bahianoticias
EMPREITEIRA DEVE COMPLETAR DELAÇÃO PREMIADA SOBRE SUPOSTA PROPINA NOS GOVERNOS SERRA, ALCKMIM E AÉCIO NEVES EMPREITEIRA DEVE COMPLETAR DELAÇÃO PREMIADA SOBRE SUPOSTA PROPINA NOS GOVERNOS SERRA, ALCKMIM E AÉCIO NEVES Reviewed by Mural do Oeste on segunda-feira, outubro 10, 2016 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.