MESTRE DE OBRAS É SOLTO APÓS FICAR 21 DIAS PRESO POR ENGANO, DIZ FAMÍLIA


O mestre de obras Gabriel Afonso de Araújo, de 38 anos, foi solto na noite desta terça-feira (4) após ficar preso por 21 dias na Casa de Prisão Provisória de Aparecida de Goiânia, na Região Metropolitana da capital. A família afirma que ele ficou detido por engano e não cometeu nenhum dos três roubos de que é acusado.

Os parentes relatam que ele teve os documentos roubados em 1999 e que alguém estava cometendo crimes usando os dados dele. A esposa do homem, Elisa Bueno Pereira, conta que reuniu provas que confirmam que ele não é o autor dos crimes, entre elas, o registro de um hospital que comprova que Gabriel estava internado na época de um dos crimes.
Elisa também afirma que um dos mandados de prisão contra ele tem um número a mais no Registro Geral (RG) que ele usa. Em outro, no local do nome da mãe, estão escritos dois nomes de mulheres diferentes, sendo que um é da mãe de Gabriel.
A esposa dele relata ainda que conseguiu um alvará de soltura para o marido e aguardava que ele fosse solto na última quarta-feira (28), mas Gabriel continuou preso.
O advogado dele, Luiz Beltrão, explicou que um dos mandados de prisão do cliente foi prescrito, ou seja, o estado perdeu o prazo para puni-lo pelo crime. Para os outros dois, foram emitidos alvarás de soltura.
“Alguém está usando os documentos do Gabriel e cometendo os crimes. Conseguimos uma certidão que comprova que um dos casos foi prescrito e dois alvarás de soltura para os outros mandados de prisão por roubo”, explicou.
Fonte: G1 Globo
MESTRE DE OBRAS É SOLTO APÓS FICAR 21 DIAS PRESO POR ENGANO, DIZ FAMÍLIA MESTRE DE OBRAS É SOLTO APÓS FICAR 21 DIAS PRESO POR ENGANO, DIZ FAMÍLIA Reviewed by Mural do Oeste on quarta-feira, outubro 05, 2016 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.