ODEBRECHT DIZ TER PAGO 11 MI A FILHO DE EX-MINISTRO DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA


O ex-ministro José de Castro Meira, que deixou o Superior Tribunal de Justiça em 2013
Revelações envolvendo a Odebrecht e o ex-ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) José de Castro Meira, divulgadas através um laudo feito pela Polícia Federal na Operação Lava Jato, relatam que o escritório do advogado Marcos Meira, filho do ex-ministro teria recebido a quantia de R$ 11,2 milhões, entre os anos 2008 e 2014 para prescrever uma dívida de R$ 500 milhões cobrada pela Procuradoria Geral da Fazenda Nacional da Braskem, o braço petroquímico da Odebrecht, é o que relata o jornal Folha de S. Paulo. Ainda segundo a Folha, em um julgamento que aconteceu no dia 5 de agosto de 2010, o então ministro ratificou a prescrição da dívida cobrada pela Procuradoria Geral da Fazenda Nacional, rejeitando no dia 16 de novembro do mesmo ano um recurso contra a decisão. Em resposta as acusações, a assessoria do advogado Marcos Meira informou a Folha de S. Paulo que “presta serviços” à Odebrecht “há cerca de 15 anos em diferentes áreas do direito, objeto e formas de contratação”. Sobre a participação do então ministro Castro Meira no julgamento de 2010, a assessoria informou que seu voto como relator “acatou na íntegra o parecer do Ministério Público, sem qualquer decisão sobre o mérito da causa”. Já a Odebrecht disse que não iria se manifestar sobre o assunto. A Braskem afirmou, também por nota enviada à Folha, que “segue colaborando com a Justiça e reafirma seu compromisso com a elucidação dos fatos”.
ODEBRECHT DIZ TER PAGO 11 MI A FILHO DE EX-MINISTRO DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA ODEBRECHT DIZ TER PAGO 11 MI A FILHO DE EX-MINISTRO DO SUPERIOR TRIBUNAL DE JUSTIÇA Reviewed by Mural do Oeste on domingo, outubro 16, 2016 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.