VEJA O CASO DO VEREADOR QUE SÓ TEVE UM VOTO E SE SEPAROU DA MULHER


As urnas trouxeram uma surpresa desagradável para o candidato a vereador Jurandir do Jumento. Após o fim da apuração, Jurandir teve apenas um único voto, o seu. Assim que chegou em casa após acompanhar a apuração, ele se separou da mulher, Antônia Ferreira, com quem vivia há 25 anos. “Como pode uma mulher se deitar com um homem e não votar nele?”, perguntava o inconformado Jurandir. Antônia se defende dizendo que o voto computado para Jurandir é dela. “Como ele pode saber que não fui eu que votei nele, se nós dois votamos na mesma seção?”, perguntou a mulher. A parca votação de Jurandir e a separação viraram assunto nas rodas da pequena cidade do interior de Frexeiras,Alagoas, que sobrevive da agricultura local. O caso ganhou contornos mais pitorescos porque Juvenal Ferreira, vizinho de Jurandir, teve três votos. Há quem diga que Antônia votou em Juvenal, que teve também o voto de sua mulher. Antônia nega. “Vai ver o Jurandir não teve coragem de votar nele mesmo e inventou essa história”.


VEJA O CASO DO VEREADOR QUE SÓ TEVE UM VOTO E SE SEPAROU DA MULHER  VEJA O CASO DO VEREADOR QUE SÓ TEVE UM VOTO E SE SEPAROU DA MULHER Reviewed by Mural do Oeste on terça-feira, outubro 04, 2016 Rating: 5
Tecnologia do Blogger.