CAMPANHA DE DILMA PAGOU ASSESSORES DE TEMER EM 2014


A campanha presidencial de Dilma Rousseff (PT) em 2014 pagou o salário de assessores pessoais de seu vice na chapa e hoje presidente da República, Michel Temer (PMDB), segundo a informações do jornal Folha de S. Paulo desta segunda-feira.
Documentos obtidos pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) mostram que a chefe de gabinete de Temer e o atual secretário de Comunicação da Presidência foram remunerados pela “candidata Dilma Rousseff” durante a disputa presidencial, embora o peemedebista tenha registrado uma conta própria na Justiça Eleitoral. O processo passa agora por uma fase de complementação de provas e o caso deve ir ao plenário do TSE no primeiro trimestre de 2017.
Segundo comprovantes de depósitos e recibos apresentados ao tribunal, quatro colaboradores diretos de Temer – a chefe de gabinete, dois assessores de imprensa e o assessor jurídico – receberam juntos 543 mil reais de julho a outubro de 2014.
A atual chefe de gabinete da Presidência, Nara de Deus Vieira, recebeu 164,2 mil reais no período que vai de julho a outubro de 2014. Nas prestações de contas apresentadas ao TSE, ela aparece como responsável pela movimentação e abertura da conta em nome de Temer para a disputa presidencial. Seu salário mensal, de 41 mil reais, no entanto, foi pago pela campanha de Dilma.

Então assessor jurídico de Temer, que trabalhou diretamente na Vice-Presidência e hoje ocupa o cargo de desembargador, Hercules Fajoses recebeu 160 mil reais como consultor da campanha de ex-presidente na área. Fajoses foi chefe da assessoria jurídica da Vice-Presidência, de abril de 2011 a maio de 2014, quando passou a prestar consultoria na campanha presidencial.
Até junho de 2015, Fajoses foi advogado de Temer no TSE nas ações que propõem a impugnação da chapa com Dilma Rousseff. Em junho de 2015, foi nomeado por Dilma como desembargador no Tribunal Regional Federal da 1ª Região. No dia 13 de abril de 2016, antes do impeachment de Dilma, Gustavo Bonini Guedes, que assumiu a defesa de Temer, entrou com uma petição no TSE solicitando a “separação das responsabilidades entre titular e vice, o que é perfeitamente possível no caso, diante da movimentação distinta de recursos”.
Os dados do TSE colidem com os argumentos da defesa de Temer contra o pedido de cassação da chapa pela qual foi eleito. Em maio, o vice-procurador-geral eleitoral, Nicolao Dino, se manifestou contra o pedido de Temer, afirmando que os atos do titular repercutem na situação do vice.
Derrotados no segundo turno, o PSDB e seus coligados entraram com três ações de impugnação da chapa Dilma/Temer por abuso de poder político e econômico nas eleições. Nas ações, requerem a posse dos senadores tucanos Aécio Neves (MG) e Aloysio Nunes Ferreira (SP) como presidente e vice.
Veja 
CAMPANHA DE DILMA PAGOU ASSESSORES DE TEMER EM 2014 CAMPANHA DE DILMA PAGOU ASSESSORES DE TEMER EM 2014 Reviewed by Mural do Oeste on segunda-feira, novembro 28, 2016 Rating: 5

Nenhum comentário:

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Mural do Oeste É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Blog Mural do Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada,Que esteja sem indentificação.

Tecnologia do Blogger.