ENCONTRO DE JUÍZES EM RESORT DE LUXO É PATROCINADO POR EMPRESA CONDENADA


O IV Encontro Nacional de Juízes Estaduais (Enaje), realizado nesta sexta (4) e sábado (5) no Arraial D’Ajuda Eco Resort, em Porto Seguro, é patrocinado por uma empresa com grande passivo judicial, condenada por crimes ambientais, trabalhistas e fiscais, a Veracel Celulose. O evento tem entre os convidados a presidente do Supremo Tribunal Federal, ministra Carmen Lúcia; o ministro do STF Ricardo Lewandowski, e o juiz federal Sérgio Moro – este participou de um talk show com o juiz italiano Gherardo Colombo, membro da Suprema Corte do país, que fez parte da Operação Mãos Limpas, apontada como inspiração da Lava Jato. Segundo informações do jornal Valor Econômico, A Associação de Magistrados do Brasil não pagará as passagens aéreas nem a hospedagem dos participantes, mas negociou descontos para os inscritos. Em alguns casos, os tribunais pagarão diárias aos magistrados que participarão do encontro. Considerado de luxo, o resort tem diárias ao custo de R$ 605. Localizado na Ponta do Apago Fogo, o hotel tem cais, praia privativa e piscina de 700 metros quadrados na beira do mar. Também patrocinam o evento a Caixa Econômica Federal e a estatal baiana Bahiagás. Pertencente aos grupos brasileiro Fibria e sueco-finlandês Stora Enso, a Veracel está instalada no Sul do estado, onde realiza plantio de eucalipto, tem uma planta industrial para produção de celulose e um terminal marítimo. As condenações da companhia são estão no âmbito na primeira instância. A empresa recorre, mas já foi condenada em segunda instância em uma ação referente ao não pagamento de IPTU ao município de Belmonte (BA). A Veracel também move dezenas de ações, boa parte de reintegração de posse de parte de suas terras. O Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) registra 106 demandas judiciais na primeira instância. Em 24 vezes, a empresa aparece como ré; em 19, é alvo de execução fiscal. Quatro processos citam a companhia como e nos outros 59 casos, a própria Veracel acionou a Justiça. A companhia também tem 11 citações de procedimentos no Superior Tribunal de Justiça (STJ), 24 no Tribunal Regional Federal da Primeira Região (TRF-1), além de dois recursos da empresa no Supremo Tribunal Federal (STF). A Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) informou que a Veracel e a Caixa patrocinam o evento com R$ 100 mil cada, enquanto que a Bahiagás repassou R$ 30 mil. A entidade declarou ter “critérios rigorosos para a admissão de patrocínios aos seus eventos” e que os valores recebidos estão dentro de limites estabelecidos pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A AMB destacou ainda que tem uma parceria com a Caixa há alguns anos e que os demais patrocinadores foram prospectados em função do local da realização do evento neste ano. A instituição defendeu ainda que o apoio das empresas ao evento não interfere na independência da magistratura. A Veracel também se manifestou, mas não tratou das questões judiciais que enfrenta. “A Veracel Celulose tem relevância no PIB baiano e é uma das maiores empresas regionais em geração de emprego e renda, sendo este o entendimento que justifica o convite de parceria. Por parte da empresa, as contrapartidas de patrocínio esperadas são para a visibilidade da logomarca da empresa nas peças do evento abrigado sob o tema ética, independência e valorização da Magistratura".
ENCONTRO DE JUÍZES EM RESORT DE LUXO É PATROCINADO POR EMPRESA CONDENADA ENCONTRO DE JUÍZES EM RESORT DE LUXO É PATROCINADO POR EMPRESA CONDENADA Reviewed by Mural do Oeste on sábado, novembro 05, 2016 Rating: 5

Nenhum comentário:

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Mural do Oeste É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Blog Mural do Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada,Que esteja sem indentificação.

Tecnologia do Blogger.