POESIA


RECITAL

Roberto de Sena

E já que  perdeu-se  a alegria
E quase ninguém mais
presta atenção na poesia

E não tendo  para quem recitar

Recito para o o silencio
Recito para o luar
recito para o rio e o mar
recito para as árvores
recito para as nuvens 
Acho que elas gostam de me escutar

E recitando assim, fico com a ideia
de que recebo aplausos da plateia

POESIA POESIA Reviewed by Mural do Oeste on terça-feira, novembro 15, 2016 Rating: 5

Nenhum comentário:

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Mural do Oeste É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Blog Mural do Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada,Que esteja sem indentificação.

Tecnologia do Blogger.