SUPERLUA ILUMINA O CÉU DO BRASIL NESTA SEGUNDA-FEIRA


A superlua ocorre quando o perigeu lunar – ponto da órbita em que o satélite está mais perto da Terra – coincide com a fase cheia da Lua. Nesta segunda -feira, 14 de novembro, o fenômeno ficará mais visível, um bom motivo para fazer você olhar para o céu com mais atenção entre 19h30 e 21h30.
A Lua vai estar mais próxima da Terra do que normalmente esteve em quase 70 anos. A distância média normal entre nosso planeta e o satélite é de 384.000 quilômetros. Na última superlua, em 16 de outubro deste ano, a separação chegou a 357.859 quilômetros e, na próxima segunda-feira, estará em 356.511.
“Além da distância que deixará a Lua maior, a trajetória em forma de elipse que ela percorre em torno da Terra muda de tempos em tempos, sem periodicidade, por conta de forças gravitacionais que agem sobre o satélite”, explicou Rundsthen Nader, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro e astrônomo do Observatório do Valongo, da UFRJ.
Há superluas que se aproximam muito mais da Terra, como em 1948, e outras que ficam um pouco mais longe, mas a distância real é imperceptível a olho nu. Em noites com céu claro e comparada com a Lua cheia, ela pode parecer até 14% maior e 30% mais brilhante. A Lua só ficará perto do planeta, novamente, em 2034. Especialistas não confirmam se isso irá coincidir com uma outra superlua.
A recomendação dos especialistas é observar o satélite no início da noite para compará-la com prédios, casas, árvores e acidentes geográficos, como a montanha. Sem a necessidade de usar instrumentos astronômicos, os observadores poderão ver aspectos físicos da Lua. “Os observadores conseguirão distinguir alguns detalhes do relevo lunar, como dos mares da Lua [as manchas escuras na superfície do satélite]. As crateras não ficaram visíveis, embora seja possível perceber o sistema de raios da cratera Tycho”, contou Gustavo Rojas, astrônomo e físico da Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR).
Essa cratera está localizada no Polo Sul lunar e é considerada a maior cratera da Lua, que está na parte visível do satélite. Para matar a curiosidade até 14 de novembro, o aplicativo Google Earth oferece aos curiosos a opção de viajar virtualmente até a Lua, o chamado Google Moon.

Clima

De acordo com nota oficial no site do Climatempo, a previsão do tempo no anoitecer do dia 14 mostra que pode chover na região Sul, Norte e Centro-Oeste do Brasil — a Lua, então, deve aparecer entre as nuvens. Em parte do Nordeste e alguns Estados do Norte, como Amapá, o satélite deve aparecer soberano no céu limpo, sem previsão de chuva para atrapalhar o evento. Já no Sudeste e no Distrito Federal, há grandes chances de chover e de o céu estar nublado.
De qualquer maneira, lobisomens, seres humanos e amantes da ‘Lua de Cristal’, não deixem de sair de casa para admirar a deslumbrante Superlua da próxima segunda-feira.
Veja
SUPERLUA ILUMINA O CÉU DO BRASIL NESTA SEGUNDA-FEIRA SUPERLUA ILUMINA O CÉU DO BRASIL NESTA SEGUNDA-FEIRA Reviewed by Mural do Oeste on sexta-feira, novembro 11, 2016 Rating: 5

Nenhum comentário:

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Mural do Oeste É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Blog Mural do Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada,Que esteja sem indentificação.

Tecnologia do Blogger.