expr:class='data:blog.pageType'>

ENDOMETRIOSE: CONHEÇA OS SINTOMAS E TRATAMENTOS DISPONÍVEIS


Muitas mulheres em idade fértil não conseguem engravidar por causa da endometriose. Apesar de incômodo, o problema possui tratamento e pode ser solucionado por profissionais especializados. A endometriose acontece quando o tecido mucoso que reveste o útero, denominado endométrio, cresce em outras regiões do sistema reprodutivo feminino.

De acordo com o médico e fisioterapeuta Juliano Pimentel, durante o ciclo menstrual, os ovários produzem hormônios que engrossam a parede do útero (endométrio) para receber o óvulo fertilizado. Caso o óvulo não seja fertilizado, ocorre a menstruação, ou seja, este tecido é despreendido do útero e sai. Quando a endometriose afeta os ovários, é chamado de "Saco de Douglas". Os sintomas mais comuns de endometriose são: menstruação dolorosa (dismenorreia) ou irregular; dor durante a relação sexual; dor durante a evacuação; dor ao urinar; sangramento excessivo durante a menstruação; sangramento entre ciclos; digestão dolorosa; prisão de ventre; náusea; dor lombar crônica e dor abdominal; dor pélvica; infertilidade; dor nas articulações; dor nos nervos; fadiga crônica e inchaço. Os sintomas variam de mulher para mulher.
Apesar de a origem da endometriose não ser clara, os cientistas acreditam que há uma forte ligação genética, mas uma coisa é certa: a doença não é contagiosa. Entre os tratamentos disponíveis, estão a melhora da alimentação, com exclusão dos alimentos que causam inflamação, como laticínios, alimentos processados, açúcares refinados, cafeína e carboidratos, álcool e soja, que possuem altos níveis de estrogênio, devem ser eliminados da dieta também, e a inclusão de alimentos que combatem a inflamação, como vegetais de folhas verdes, aipo, beterraba, brócolis, amora, salmão, abacaxi, caldo de osso, nozes, óleo de coco, cúrcuma e gengibre. Alimentos ricos em magnésio como abacate, amêndoas, bananas, acelga e espinafre ajudam a aliviar o útero e reduzir a dor e alimentos como fígado, bife de carne, espinafre, gema de ovo, ameixas secas, alcachofra e couve ajudam a repor o ferro perdido nos sangramentos. Por fim, incluir alimmentos com ômega-3, como nozes, salmão, truta, atum, sardinhas, anchovas e cavalas, ajudam a reduzir a inflamação.
Outro tratamento para a dor pélvica disponível é a acupuntura, segundo o médico, que cita um estudo de Harvard que comprova a eficácia do procedimento. De acordo com Dr. Sergio dos Passos Ramos, em certos casos o profissional pode indicar medicamentos ou cirurgias para resolver o problema.
Notícias ao Minuto 
ENDOMETRIOSE: CONHEÇA OS SINTOMAS E TRATAMENTOS DISPONÍVEIS ENDOMETRIOSE: CONHEÇA OS SINTOMAS E TRATAMENTOS DISPONÍVEIS Reviewed by Redação Mural do Oeste on segunda-feira, abril 10, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário:

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Mural do Oeste É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Blog Mural do Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada,Que esteja sem indentificação.

Tecnologia do Blogger.