FGTS: TRABALHADORES ENCONTRAM DIVERGÊNCIAS EM CONTA INATIVA


Muitas das pessoas que foram hoje até uma agência da Caixa Econômica Federal para sacar a conta inativa do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) encontraram divergência entre o valor consultado no aplicativo e o liberado para pagamento. Esse é o caso da professora de educação física Nadia Regina Matuck, 56.
Segundo ela, o valor liberado para saque não bate com a consulta que ela fez antes. Nadia diz que pretende dividir o dinheiro que sacar entre os dois filhos.
A auxiliar de enfermagem Marineusa Simão, 58, diz que o valor consultado pela internet não bate com o informado no caixa eletrônico de autoatendimento.
“Tenho muitas dúvidas ainda em relação ao saque. Não sei ainda quantas contas tenho e o saldo delas mesmo”.
A compradora Laís Lopes, 30, tem cerca de 6.000 reais para receber de contas inativas do FGTS. No caso dela, o problema é que uma das contas aparece como pendente. “Vim até a agência para checar como resolver isso. Deve ser problema com a empresa em que trabalhei.”
Os analistas de suporte Gabriel Aguiar, 22, e Daniele Baltim, 30, voltaram pela segunda vez a uma agência da Caixa na tentativa de sacar a conta inativa do FGTS.
“Quando eu fiz a consulta do saldo, aparecia que eu não tinha conta inativa de uma empresa na qual trabalhei e vim resolver o problema”, conta Gabriel.
“Só não está mostrando a conta inativa para fazer o saque”, completa Daniele. “A Caixa pediu para gente tirar xerox de um monte de documento para retornar”.
Gabriel tem duas contas inativas, somando cerca de 1.480 reais. Ele pretende pagar dívidas e investir para fazer um intercâmbio para Londres em fevereiro de 2018.
Daniele tem três contas inativas, mas não revelou o valor delas. Ela ainda não tem planos para o dinheiro. “Vou juntar”.

Divergências

Segundo a Caixa, existem alguns motivos que explicam a divergência entre o valor consultado no aplicativo e o liberado para saque:
-Contas inativas antigas: o aplicativo mostra todas as contas inativas, independentemente da medida provisória (MP) que liberou o saque das que ficaram inativas a partir de 31 de dezembro de 2015.
-Erro sobre fim do vínculo empregatício: empregador não deu baixa no fim do contrato de trabalho e conta não aparece como inativa.
-Erro de informação: empregador lançou alguma informação incorreta sobre o trabalhador.
Outro problema que o trabalhador pode descobrir é o de empresas que não fizeram o depósito do FGTS em sua conta. Nesse caso, ele é orientado primeira a buscar uma solução com o empregador. Se nada for feito, a solução é buscar ajuda em uma delegacia do trabalho ou sindicato da categoria.
Veja
FGTS: TRABALHADORES ENCONTRAM DIVERGÊNCIAS EM CONTA INATIVA FGTS: TRABALHADORES ENCONTRAM DIVERGÊNCIAS EM CONTA INATIVA Reviewed by Redação Mural do Oeste on segunda-feira, abril 10, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário:

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Mural do Oeste É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Blog Mural do Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada,Que esteja sem indentificação.

Tecnologia do Blogger.