BEBÊ LEVADA DA BAHIA POR PAI, APÓS SEPARAÇÃO, É ENCONTRADA NO CEARÁ


A bebê de 10 meses que foi levada da casa da mãe, em Luís Eduardo Magalhães, oeste da Bahia, pelo próprio pai, foi localizada em Fortaleza (CE), na quinta-feira (4). A informação foi divulgada pela Polícia Civil de Luís Eduardo Magalhães, nesta sexta-feira (5).

De acordo com a polícia, a mãe da criança, Safira Dementino Avelino, 19 anos, viajou para buscar a filha e já está com a menina, que se chama Yankka Avelino Martins. A criança está bem. Conforme a polícia, o reencontro da mãe com a bebê foi bastante emocionado. Familiares da jovem disseram ao G1 que Safira está em viagem e deve chegar na Bahia ainda nesta sexta.

Segundo o delegado Joaquim Rodrigues, titular da Delegacia de Luís Eduardo Magalhães, e que está à frente do caso, o pai da criança, Carlos Henrique Martins de Araújo, de 36 anos, foi levado para a delegacia, junto com a bebê. Ele assinou um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) e foi liberado. Carlos vai responder pelo crime de sequestro de decendente, o inquérito corre na Delegacia de Luís Eduardo Magalhães.
Conforme o delegado, à polícia, Carlos Henrique disse que levou a menina por achar que tinha o direito de sair com ela sozinho e que queria ficar com ela. Ele e a mãe da bebê estão separados há 4 meses.

Investigações
De acordo com o delegado, a polícia baiana recebeu denúncias de que Carlos Henrique teria sido visto com a filha em Fortaleza. Na terça-feira (2), Joaquim Rodrigues e agentes da Polícia Civil, que viajaram para a capital cearense, confirmaram localizaram o pai da menina em um apartamento do Residencial Vila Verde, situado na Rua Capitão Hermínio, bairro Messejana.

A polícia, então, apurou que o imóvel havia sido alugado por Carlos Henrique e solicitou apoio da Delegacia de Combate à Exploração da Criança e do Adolescente (Dececa), em Fortaleza, para conduzir o suspeito à unidade policial.

Ainda segundo Joaquim Rodrigues, o pai da bebê não tem familiares ou vínculos em Fortaleza e escolheu a cidade para se esconder com a filha por considerar que não seria facilmente localizado.

Caso
Conforme a polícia, a mãe da bebê, Safira Benetino Avelino, denunciou à Delegacia de Luís Eduardo Magalhães, no dia 6 de abril, que a filha havia sido levada pelo ex-marido e pai da criança e desapareceu. Conforme Safira, Carlos Henrique Martins deixou um bilhete dizendo que não seria mais encontrado. “Sei que você vai me procurar, mas não vai me encontrar. Estaremos bem longe de tudo e de todos”, dizia o recado.

Safira contou que morava com Carlos Henrique no município de Gurupi, no estado do Tocantins. Após a separação, decidiu voltar para a cidade natal, no oeste da Bahia. Ela não deu detalhes sobre a causa da separação.

“Ele já tinha vindo visitar a nossa filha outras vezes. Dessa vez, ele chegou dizendo que ia embora para África. Pediu para tirar umas fotos com ela na praça antes da viagem. Ele é o pai e eu não queria tirar dele esse direito de sair com ela. Ele me pediu para eu arrumar uma bolsa com algumas peças de roupa. Eu fiz e ele saiu", contou a mãe da criança ao G1, logo após o desaparecimento.

Na carta deixada para a ex-mulher, Carlos alega que a menina não estava tendo os cuidados que merecia. “Ela adoece aí por falta de cuidados, por não se importar de vestir ela de acordo com a temperatura. Não alimenta minha filha adequadamente, banhos fora de hora”, diz um trecho. Em outro momento ele diz: "Esqueça a minha filha e nos deixe em paz". A mãe, no entanto, negou que a filha não seja bem cuidada.

Conforme Safira, no dia seguinte ao desaparecimento, Carlos Henrique chegou a responder uma mensagem dela encaminhada por meio de um aplicativo de celular. “Ele me respondeu às 4h. Eu disse para ele trazer minha filha, que ela estava com fome. Ele disse apenas que ela estava bem”.


G1

BEBÊ LEVADA DA BAHIA POR PAI, APÓS SEPARAÇÃO, É ENCONTRADA NO CEARÁ BEBÊ LEVADA DA BAHIA POR PAI, APÓS SEPARAÇÃO, É ENCONTRADA NO CEARÁ Reviewed by Redação Mural do Oeste on sexta-feira, maio 05, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário:

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Mural do Oeste É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Blog Mural do Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada,Que esteja sem indentificação.

Tecnologia do Blogger.