PRESIDENTE DA CVM DIZ QUE JULGAMENTO DE PROCESSOS DA JBS É PRIORIDADE


O presidente da Comissão de Valores Mobiliários (CVM), Leonardo Pereira, disse nesta segunda-feira (5) que o julgamento de processos e inquéritos abertos recentemente envolvendo a JBS, sua controladora J&F e executivos de ambas é prioridade para a autarquia.

"Abrimos os processos em tempo recorde e queremos julgar tão rápido quanto possível", disse Pereira a jornalistas, após evento na B3.

Segundo ele, no entanto, o prazo estimado entre a abertura de processo e o julgamento é hoje de cerca de 18 meses. Pereira disse também que a CVM deve julgar ainda neste ano processos abertos envolvendo a Petrobras no âmbito da operação Lava Jato.

Pereira termina seu mandato no próximo dia 14 de julho e um substituto para o cargo ainda não foi indicado.

Consequências
A CVM dois inquéritos administrativos contra a JBS para investigar a atuação da companhia no mercado de dólar futuro e negociações do acionista controlador com ações da empresa. As operações foram feitas dias antes da divulgação da delação premiada dos executivos da empresa, que mexeu com o mercado financeiro.

Os inquéritos foram instaurados para dar sequência às apurações iniciadas em processos administrativos abertos em 19 de maio. No total, a CVM já abriu oito processos envolvendo a JBS, após as notícias atreladas à delação de acionistas controladores da companhia.

A JBS, seus controladores e outras empresas do grupo são investigadas por uso de informação privilegiada. A JBS confirmou que comprou dólar no mercado futuro horas antes da divulgação de que seus executivos fizeram delação premiada. O dólar disparou no dia seguinte, subindo mais de 8%, o que trouxe ganhos a empresa.

A CVM é o órgão regulador do mercado de capitais e tem poder para investigar e punir eventuais irregularidades. Se for constatado o uso de informações privilegiadas, a CVM poderá aplicar multas à companhia ou aos administradores. O órgão também poderá encaminhar o caso para o Ministério Público Federal, que poderá entrar com uma ação penal contra os administradores da empresa.

O órgão regulador informou que já encaminhou um dos processos para o Ministério Público, que avalia as operações da controladora da JBS no mercado de câmbio futuro. Segundo a empresa, há "indícios de crime de uso indevido de informação privilegiada". Um ofício foi encaminhado ao MPF em 19 de maio de 2017.

Na noite de terça-feira, procuradores do Ministério Público Federal e representantes da J&F, holding que controla a JBS, fecharam as bases de um acordo de leniência que prevê o pagamento de multa recorde no valor de R$ 10,3 bilhões por atos praticados por empresas controladas pela J&F.
G1
PRESIDENTE DA CVM DIZ QUE JULGAMENTO DE PROCESSOS DA JBS É PRIORIDADE PRESIDENTE DA CVM DIZ QUE JULGAMENTO DE PROCESSOS DA JBS É PRIORIDADE Reviewed by Redação Mural do Oeste on segunda-feira, junho 05, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário:

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Mural do Oeste É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Blog Mural do Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada,Que esteja sem indentificação.

Tecnologia do Blogger.