expr:class='data:blog.pageType'>

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DETERMINA QUE COBRANÇA DIFERENCIADA PARA HOMENS E MULHERES É ILEGAL



Prática comum em baladas de todo o país, a diferença na cobrança para homens e mulheres foi considerada ilegal pelo Ministério da Justiça. A decisão, prevista para entrar em vigor daqui a um mês, é uma resposta a uma ação popular que questionava a diferenciação por gênero. No entendimento da Secretaria Nacional do Consumidor, órgão vinculado ao ministério, essa discriminação é uma "afronta aos princípios da dignidade da pessoa humana", uma prática comercial abusiva que usa a mulher "como estratégia de marketing e que a coloca em situação de inferioridade". Segundo matéria veiculada na edição do Fantástico deste domingo (2), a Secretaria Nacional do Consumidor, que é vinculada ao ministério, vai divulgar uma orientação a partir desta segunda (3). O documento será destinado não só a casas noturnas, mas também bares e restaurantes do país.

Bahia Notícias
MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DETERMINA QUE COBRANÇA DIFERENCIADA PARA HOMENS E MULHERES É ILEGAL MINISTÉRIO DA JUSTIÇA DETERMINA QUE COBRANÇA DIFERENCIADA PARA HOMENS E MULHERES É ILEGAL Reviewed by Redação Mural do Oeste on segunda-feira, julho 03, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário:

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Mural do Oeste É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Blog Mural do Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada,Que esteja sem indentificação.

Tecnologia do Blogger.