expr:class='data:blog.pageType'>

REJEIÇÃO A TEMER SOBE E ATINGE 94%



Em julho, a avaliação do governo federal atingiu o pior patamar desde janeiro de 2003, segundo a pesquisa Pulso Brasil, realizada pela Ipsos. O presidente Michel Temer também alcançou o maior índice de reprovação dos brasileiros (94%). O levantamento ainda mostra que 95% dos entrevistados acreditam que o país está no rumo errado.

“O levantamento confirma os altos índices de desaprovação do governo federal e do presidente Michel Temer. Identificamos que os efeitos da crise política e da delação premiada de Joesley Batista ainda se mantêm. Esse quadro tende a se manter nos próximos meses com a pauta do aumento de impostos e dos combustíveis”, comenta Danilo Cersosimo, diretor da Ipsos Public Affairs, responsável pelo Pulso Brasil.

A pesquisa também analisou a popularidade de 33 nomes listados entre políticos e personalidades públicos. No ranking “Barômetro Político”, Temer possui maior desaprovação com 94%, seguido por Eduardo Cunha (93%), Aécio Neves (90%), Renan Calheiros e Dilma Roussef empatados com 80%, e José Serra (75%).
Por outro lado, os melhores avaliados são o juiz Sérgio Moro (64%), Luciano Huck (45%) e o ex-juiz Joaquim Barbosa (44%). Na sequência está o ex-presidente Lula da Silva (29%), Cármen Lúcia (28%) e Rodrigo Janot (24%).
Outras personalidades que foram avaliadas quanto ao índice de desaprovação e aprovação são:
Fernando Henrique Cardoso (71% e 11%, respectivamente);
Geraldo Alckmin (67% e 15%, respectivamente);
Antonio Palocci (65% e 3%, respectivamente);
Rodrigo Maia (60% e 4%, respectivamente);
Marina Silva (59% e 21%, respectivamente);
Gilmar Mendes (58% e 5% respectivamente);
Romero Jucá (57% e 2%, respectivamente);
Jair Bolsonaro (53% e 15%, respectivamente);
Ciro Gomes (52% e 10%, respectivamente);
Romário (51% e 15%, respectivamente);
Henrique Meirelles (50% e 5%, respectivamente);
Marcelo Crivella (47% e 11%, respectivamente);
Roberto Justus (47% e 17%, respectivamente);
João Doria (45% e 17%, respectivamente);
Paulo Skaf (45% e 6%, respectivamente);
Tasso Jereissati (44% e 5%, respectivamente);
Nelson Jobim (44% e 4%, respectivamente);
Luciana Genro (44% e 4%, respectivamente);
Ayres Brito (41% e 3%, respectivamente);
Edson Fachin (41% e 15%, respectivamente);
Deltan Dallagnol (36% e 11%, respectivamente).
Com margem de erro de 3 pontos percentuais, a pesquisa da Ipsos realizou 1.200 entrevistas presenciais em 72 municípios brasileiros. 

Com informações da Maxpress.
REJEIÇÃO A TEMER SOBE E ATINGE 94% REJEIÇÃO A TEMER SOBE E ATINGE 94% Reviewed by Redação Mural do Oeste on terça-feira, julho 25, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário:

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Mural do Oeste É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Blog Mural do Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada,Que esteja sem indentificação.

Tecnologia do Blogger.