expr:class='data:blog.pageType'>

AGRICULTORES DA COARCERAL PROMOVEM 'TRATORAÇO' CONTRA COBRANÇA CONSIDERADA ABUSIVA DO FUNRURAL








Os agricultores da região produtiva da Coaceral, em Formosa do Rio Preto (BA), se mobilizaram na manhã desta terça-feira (15) contra os abusivos impostos cobrados pelo Governo Federal. Eles realizaram um ‘Tratoraço’ e interromperam parcialmente o tráfego da BA-225, um dos importantes pontos de escoamento para a Coaceral, um dos principais polos agrícolas da Bahia. No pleito da reivindicação, está principalmente a aprovação do PRS 13/2017, tramitando na CCJ do Senado, que encerraria uma batalha judicial contra a cobrança do Fundo de Assistência ao Trabalhador Rural (Funrural), cuja alíquota é de 2,1% da receita bruta do empreendimento agrícola. 

Agricultor há 16 anos na Coaceral, Carlo Reginatto, acredita que a aprovação de mais este imposto pode inviabilizar a produção agrícola brasileira. “Trabalhamos em um negócio de risco, que depende de fatores climáticos. Trazer mais este imposto pode impactar ainda mais o setor, principalmente depois do aumento do diesel que já sobrecarrega a contratação de frete para trazer insumos ou escoar a produção”. Gerente da Fazenda Concórdia, Emerson Felippin, vê no dia-a-dia o quanto este imposto pode prejudicar os agricultores. “Eles terão que reverter o imposto para o governo ao invés de investir na produção agrícola por meio da contratação de pessoas ou compra de máquinas e implementos agrícolas, movimentando a economia”, afirma.

Instituição que representa os agricultores da Coaceral, a Associação dos Produtores da Chapada das Mangabeiras (Aprochama), também se posiciona contrária à cobrança do Funrural. Ao apoiar na organização da mobilização, um dos diretores da associação, Adilson Sujuki, diz que os agricultores precisam se manter mobilizados para sensibilizar os parlamentares. “Em meio à crise, fomos um dos setores que mais impulsionaram a economia com emprego e renda, sendo injusto o Governo Federal recompensar nossos esforços com mais imposto para pagar”, revolta-se.


Além da mobilização na região da Coaceral, a Aprochama integrou o Tratoraço realizado na BR-020,  em frente ao Complexo Bahia Farm Show em Luís Eduardo Magalhães (BA), organizado em conjunto pelos agricultores ligados à Associação dos Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba) e o Sindicato dos Produtores Rurais de Luís Eduardo (SPRLEM). “Continuamos unidos e mobilizados ao que está acontecendo em Brasília. Queremos pressionar os parlamentares a corrigir a injusta cobrança do Funrural sobre o faturamento bruto, seja pela aprovação de emendas na Medida Provisória 793, seja pela PRS 13/2017, do Senado Federal. Tirar recursos dos produtores em forma de imposto não irá ajudar o país a sair da crise”, explica o presidente da Aprochama, Edson Fernando Zago.
AGRICULTORES DA COARCERAL PROMOVEM 'TRATORAÇO' CONTRA COBRANÇA CONSIDERADA ABUSIVA DO FUNRURAL AGRICULTORES DA COARCERAL PROMOVEM 'TRATORAÇO' CONTRA COBRANÇA CONSIDERADA ABUSIVA DO FUNRURAL Reviewed by Redação Mural do Oeste on quarta-feira, agosto 16, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário:

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Mural do Oeste É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Blog Mural do Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada,Que esteja sem indentificação.

Tecnologia do Blogger.