expr:class='data:blog.pageType'>

BARREIRAS: MULHER É ENCONTRADA MORTA AS MARGENS DO RIO GRANDE, EMBAIXO DA PONTE CIRO PEDROSA


Na tarde desta quinta-feira (14), pouco depois das 14:00h foi encontrado o corpo ainda sem identificação de uma mulher.
O corpo foi encontrado por um homem que por acaso havia descido da ponte para ver a margem do Rio Grande, quando teria sentido um cheiro muito forte de decomposição, foi quando percebeu o corpo já em estado de gigantismo de uma mulher. O indivíduo subiu novamente e acionou a Polícia Militar.
Dois policiais da ROCAM foram até o local e registraram o fato. Depois chegou a equipe do DPT e realizaram a perícia.
A vítima já desfigurada, estava com pelo menos dois golpes na nuca. Uma das causas prováveis da morte teria sido um traumatismo craniano. Exame de necropsia poderá identificar melhor.

IDENTIFICAÇÃO:
Várias pessoas reconheceram pela vestimenta e biotipo da vítima como sendo uma mulher de apelido “Índia” que era moradora de rua, e andava com várias pessoas em certos pontos da cidade. Uma pessoa ligada a parentes confirmou pela tatuagem que seria mesmo a dita “Índia”, mas não souberam dizer o nome verdadeiro.
Não se sabe a motivação do crime. Uma equipe de investigadores da Divisão de Homicídios também compareceu no local.
O rabecão conduziu o corpo para o IML.


Via: Blog do Braga
BARREIRAS: MULHER É ENCONTRADA MORTA AS MARGENS DO RIO GRANDE, EMBAIXO DA PONTE CIRO PEDROSA BARREIRAS: MULHER É ENCONTRADA MORTA AS MARGENS DO RIO GRANDE, EMBAIXO DA PONTE CIRO PEDROSA Reviewed by Redação Mural do Oeste on sexta-feira, setembro 15, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário:

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Mural do Oeste É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Blog Mural do Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada,Que esteja sem indentificação.

Tecnologia do Blogger.