expr:class='data:blog.pageType'>

LULA COMEÇA A SER INTERROGADO POR SÉRGIO MORO EM PROCESSO DA LAVA JATO



Ao gritos de "Lula presidente", o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi cercado por centenas de militantes petistas e do MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra) na chegada à Justiça Federal, pouco antes das 14h desta quarta (13).


Ele desceu do carro e caminhou por alguns metros, cercado pelos manifestantes e por líderes petistas, como a senadora e presidente do PT, Gleisi Hoffmann, os senadores Humberto Costa e Lindbergh Farias, o ex-ministro Alexandre Padilha, o presidente da CUT Vagner Freitas, entre outros.
Os militantes faziam um cordão de isolamento em torno do petista e gritavam "Fora, Temer" e "Lula guerreiro do povo brasileiro".
Enquanto isso, moradores dos prédios ao redor também foram às janelas para observar o movimento. Alguns gritaram "bêbado", "vagabundo" e "ladrão".
Mais cedo, uma mulher gritou "corruptos" e "Vai trabalhar, vagabundo", enquanto mostrava o dedo do meio e fazia sinais imitando as grades da prisão.
Foi retrucada aos gritos de "coxinha". A senadora Gleisi, a quem ela gritou "vai pra cadeia", sorriu e fez um sinal de negativo.
DEPOIMENTO
Lula já começou a ser interrogado, a partir das 14h, pelo juiz Sergio Moro. O petista é acusado de se beneficiar de vantagens indevidas pagas pela empreiteira Odebrecht.
Na recepção a Lula, uma batucada da juventude do MST entoava gritos de guerra, como "Fora, Temer" e "Bate panela, pode bater, quem tira o povo da miséria é o PT".
Nos prédios ao redor, eventualmente um ou outro morador gritava "Viva o Moro, herói nacional", ou batia panelas. Da janela, uma mulher exibia uma bandeira do Brasil e um boneco inflável do "pixuleko", que representa a imagem de Lula como presidiário.
MANIFESTAÇÕES
A Polícia Militar isolou uma área bem menor nesta quarta (13) que no primeiro depoimento de Lula, em maio. Pedestres e moradores eram autorizados a entrar no entorno, e parte das lojas funcionava normalmente.
Os manifestantes contrários a Lula preparam ato em frente ao museu Oscar Niemeyer, a cerca de dois quilômetros.Em frente à sede da Justiça, havia apenas duas mulheres com bandeiras do Brasil e uma faixa com a frase "Não vamos desistir do Brasil".
Segundo o secretário da Segurança, Wagner Mesquita, não foram registrados confrontos ou tensões entre manifestantes pela manhã.

 Com informações da Folhapress.
LULA COMEÇA A SER INTERROGADO POR SÉRGIO MORO EM PROCESSO DA LAVA JATO LULA COMEÇA A SER INTERROGADO POR SÉRGIO MORO EM PROCESSO DA LAVA JATO Reviewed by Redação Mural do Oeste on quarta-feira, setembro 13, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário:

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Mural do Oeste É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Blog Mural do Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada,Que esteja sem indentificação.

Tecnologia do Blogger.