expr:class='data:blog.pageType'>

MICHEL TEMER NÃO FARÁ MAIS PRONUNCIAMENTO SOBRE SEGUNDA DENÚNCIA


Presidente Michel Temer
BRASÍLIA – Depois de discussões internas entre integrantes de sua equipe, o presidente Michel Temer bateu o martelo e avisou que não fará pronunciamento neste sábado, 16, sobre a segunda denúncia contra ele. Na quinta-feira, 14, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, antes de deixar o cargo, denunciou Temer por formação de organização criminosa e obstrução de justiça. Na equipe do Palácio do Planalto, auxiliares defendiam que o presidente fizesse um pronunciamento. Temer, que estava em dúvida se devia ou não se manifestar, ouviu inúmeros interlocutores e foi convencido de que a nota divulgada na quinta-feira, na qual afirmava que a segunda denúncia é “recheada de absurdos”, “falta de credibilidade” e “realismo fantástico em estado puro”, era suficiente, pelo menos, neste momento. Mesmo assim, Temer decidiu seguir para o Palácio do Planalto na manhã deste sábado para se reunir com o ministro das Relações Exteriores, Aloysio Nunes, além de outros assessores. O presidente quer dar prosseguimento aos preparativos para a viagem a Nova York, a partir de segunda-feira, onde participará da cerimônia de abertura da Assembleia-Geral da ONU – Organização das Nações Unidas. Mais cedo, Aloysio Nunes se reuniu no Itamaraty com seus auxiliares para preparar os temas a serem tratados por Temer durante a viagem. Além de rever o discurso que fará na ONU, o presidente quer discutir mais profundamente os problemas decorrentes da crise da Venezuela na região, que será o tema do jantar com o presidente dos Estados Unidos, Donald  Trump, e outros chefes de Estado na América Latina, na noite desta segunda-feira. A comitiva presidencial prevista inclui além de Aloysio Nunes, os ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, da Casa Civil, Eliseu Padilha, e da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco. Temer quer acertar ainda as agendas bilaterais que serão realizadas durante a viagem que incluirá reunião com o primeiro-ministro israelense, Binyamin Netanyahu. Temer poderá se encontrar também com o presidente da França, Emmanuel Macron, e com o primeiro-ministro da Itália, Matteo Renzi. As agendas bilaterais, no entanto, ainda não estão totalmente fechadas.
Estadão
MICHEL TEMER NÃO FARÁ MAIS PRONUNCIAMENTO SOBRE SEGUNDA DENÚNCIA MICHEL TEMER NÃO FARÁ MAIS PRONUNCIAMENTO SOBRE SEGUNDA DENÚNCIA Reviewed by Redação Mural do Oeste on sábado, setembro 16, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário:

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Mural do Oeste É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Blog Mural do Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada,Que esteja sem indentificação.

Tecnologia do Blogger.