expr:class='data:blog.pageType'>

MISSA SOLENE CELEBRA PADROEIRA DE SÃO DESIDÉRIO





Centenas de fiéis e devotos de Nossa Senhora Aparecida lotaram a Igreja Matriz na noite de 19, para celebrar a Padroeira de São Desidério. A missa solene foi presidida pelo bispo da Diocese de Alagoinhas Dom Paulo Romeu e concelebrada pelo pároco Pe. Pedro Felipe. O prefeito Zé Carlos, secretários de governo, vereadores e autoridades estiveram presentes.

Uma alvorada festiva na madrugada de 19 abriu as comemorações do dia, marcada por um cortejo que teve saída da Igreja Matriz pelas principais ruas da cidade ao som de marchinhas e culminou com um café da manhã servido com farofa. “A missa da Padroeira é um marco para nosso município que deu origem aos festejos de setembro em São Desidério, por isso é um momento singular para a nossa história. Estamos muito contentes em apoiar e participar desta tradição”, destacou o gestor municipal Zé Carlos.

Fé, agradecimentos, louvores e homenagens marcaram a celebração que encerra o Novenário em honra à Padroeira, realizado desde o dia 10 com as tradicionais quermesses organizadas pelas pastorais, grupos e movimentos da Paróquia Nossa Senhora Aparecida. “Agradeço o convite para celebrar o encerramento da festa da Padroeira aqui em São Desidério. ‘Com Nossa Senhora Aparecida lançamos as redes dos pescadores aos corações do povo brasileiro’, este é o tema escolhido para celebrar o ano jubilar. São 300 anos de milagres realizados, e que continuam a acontecer por intercessão da virgem Aparecida, por isso louvamos e damos graças a Deus. Precisamos perceber os milagres que todos os dias acontecem em nossa vida por intermédio da nossa Padroeira”, afirmou o bispo Dom Paulo.

Após o sorteio dos novos juízes, pessoas encarregadas de organizar a festa do próximo ano, uma multidão acompanhou a procissão pelas ruas da cidade. A devota Maria Helena Souza veio de Brasília participar dos festejos. “Sempre que posso, me programo para voltar a São Desidério e assistir a missa da Padroeira, sou devota e venho agradecer. Gosto muito de estar presente, é uma celebração linda e emocionante”, relatou.

Tradição – Há mais de meio século em São Desidério, o mês de setembro é dedicado aos festejos religiosos de Nossa Senhora Aparecida, 19, e do Divino Espírito Santo, 20, devoções comemoradas no município fora das datas oficiais (Nossa Senhora, 12 de outubro) e (Divino Espírito Santo, 40 dias após a Páscoa). O fato é justificado pela Igreja como ‘desobrigas’, como explica o pároco Pedro Felipe. “É uma festa que não segue o calendário litúrgico da Igreja. O grande fator foram as desobrigas feitas pelos presbíteros do passado. Muitas comunidades rurais, para um só padre. Logo, o padre passando naquela ocasião, desobrigava o povo, das suas obrigações religiosas. E com isto, a festa de Nossa Senhora Aparecida e do Divino se fixaram nessas datas de setembro”. Com o tempo, os festejos religiosos do município passaram a contar com participação de muitos fiéis que todos os anos vêm de outros municípios e estados.




Texto: Ana Lúcia Souza
Fotos: Jackeline Bispo
MISSA SOLENE CELEBRA PADROEIRA DE SÃO DESIDÉRIO MISSA SOLENE CELEBRA PADROEIRA DE SÃO DESIDÉRIO Reviewed by Redação Mural do Oeste on quinta-feira, setembro 21, 2017 Rating: 5

Nenhum comentário:

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Blog Mural do Oeste É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Blog Mural do Oeste poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada,Que esteja sem indentificação.

Tecnologia do Blogger.